Qual é a melhor bicicleta, elétrica ou motorizada? Descubra as diferenças

Qual é a melhor bicicleta, elétrica ou motorizada

As bicicletas são um meio de transporte que oferece inúmeros benefícios: além de desfrutar do ar livre, nos permitem livrar-nos do estresse do trânsito urbano, fazer atividade física, economizar tempo e dinheiro, e colaborar com o cuidado do planeta.

As bicicletas elétricas e motorizadas, são veículos híbridos que funcionam como as bicicletas tradicionais, mas que oferecem algumas vantagens mais interessantes.

Por exemplo, as vantagens da bicicleta motorizada residem, principalmente, na possibilidade de abastecê-la em qualquer posto de gasolina e na velocidade que podem atingir.

Semelhanças e diferenças entre as bicicletas elétricas e motorizadas

Ambas funcionam como a melhor alternativa de mobilidade urbana; permitem liberdade de movimentos, requerem pedaladas (nestes casos com menor intensidade) e são seguras e ágeis.

bicicletas elétricas e motorizadas

A diferença fundamental reside no fato de que a bicicleta elétrica funciona devido à sua bateria recarregável e a motorizada utiliza um motor que é alimentado por combustível, razão pela qual é um pouco mais rápida.

Quais são as diferenças entre as fontes de energia?

Baterias

A autonomia de uma bicicleta varia em função da bateria (sua fonte de energia), que pode ser de chumbo ou de lítio. As baterias de chumbo demoram mais para carregar, são mais baratas, mas mais pesadas e sua vida útil é mais curta. As de lítio são mais leves e requerem menor tempo de recarga (entre 2 e 6 horas).

Motores

É a potência do motor que influencia no desempenho da bicicleta; é ativado automaticamente e gera o impulso necessário para circular. São recomendados os motores de 250 Watts porque garantem um bom desempenho. Podem ser com ou sem escova; ambos são igualmente eficientes e seus preços são bastante acessíveis.

Bicicletas elétricas

A bicicleta elétrica é considerada um meio de transporte prático e saudável de uso no Brasil, devido a que pode percorrer distâncias mais longas em menor tempo, sem fazer um esforço excessivo.

A não utilização de combustível é uma grande vantagem econômica e ecológica, pois, por um lado, economiza-se dinheiro e, por outro, evita-se a liberação de carbono na atmosfera.

A bateria pode ser carregada em qualquer tomada, e, caso não seja possível fazê-lo, pode-se usar como uma bicicleta convencional.

Tipos de bicicletas elétricas

De montanha

Todas são apreciadas pelo conforto e facilidade de uso. As MTBs são ideais para subir e descer, percorrer caminhos íngremes e irregulares com ajuda extra.

Urbanas e dobráveis

Os modelos urbanos (a maioria com cestos para compras) são cada vez mais utilizados no dia a dia; inclusive, o modelo urbano dobrável é muito requisitado pois pode ser combinado com outros meios de transporte e é fácil de levar de um lugar para outro e de guardar em qualquer lugar.

Rotina saudável

Outra vantagem das bicicletas elétricas tem a ver com a saúde, já que o fato de pedalar com assistência, oferece a possibilidade de fazer atividade física para aqueles que não podem fazer grandes esforços; além disso, fortalece os músculos das pernas e evita a transpiração excessiva.

Bicicletas motorizadas

Há inúmeros modelos e marcas disponíveis no mercado, mas, antes de escolher nosso transporte alternativo, devemos considerar o tempo de uso, a finalidade, o orçamento e, principalmente, prestar especial atenção à duração das baterias (no caso das elétricas), o tipo de motor (nas motorizadas) e, obviamente, às regras de trânsito.

Bicicletas motorizadas

Para garantir a segurança e promover a consciência de saúde no trânsito, o código de trânsito brasileiro estabelece uma velocidade máxima de 25km/h com uma potência máxima de 250W e requer a incorporação de um dispositivo que impeça o motor de exceder a velocidade permitida.

Freios

Um fator importante para a segurança são os freios. Atualmente, são utilizados três tipos: de tambor (duráveis, embora seu desempenho seja baixo); tipo V (mais rápidos e progressivos, são o modelo mais usado) e de disco (são os melhores, potentes e eficientes em caso de chuva).

Pode-se andar na chuva com uma bicicleta motorizada?

É sugerido não sair com chuva, mas no caso de ser necessário, recomenda-se tomar precauções como usar roupas adequadas, reduzir a pressão dos pneus para facilitar a aderência, diminuir a velocidade e frear em terrenos molhados.

Resistência à água

Para garantir uma boa resistência à água, é preciso optar por um modelo que possua um design de chassi alto e que contenha uma bateria recarregável projetada especialmente para evitar infiltrações de água.

Bicicleta, transporte sustentável

A tecnologia sustentável busca a redução dos recursos naturais. Trata-se de reutilizar, reciclar e conservar. Comprometidas com o cuidado do meio ambiente, as bicicletas elétricas podem ser carregadas com fontes renováveis de energia (placas solares, fontes eólicas), que reduzem a pegada de carbono e colaboram com o equilíbrio ecológico

Conclusões

Hoje em dia, o ciclismo já não é exclusividade dos desportistas. As bicicletas, nas suas novas versões, vieram para ficar e ser o mais adequado para os tempos atuais: beneficiam a saúde e cuidam do ambiente; seu custo-benefício é ótimo; e conhecer as diferenças entre elas, será fundamental para escolher a que melhor se adapte às nossas necessidades e novos hábitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *